Um estudo publicado recentemente na revista Nature Astronomy revelou a origem da maioria dos meteoritos que caem na Terra.

Pesquisadores da Universidade da Flórida, descobriram que pelo menos 85 por cento dos 200.000 corpos do cinturão interno de asteroides, que são a fonte de quase todos os meteoritos que caem na Terra, foram originados devido à destruição de cinco ou seis pequenos planetas durante a criação do Sistema Solar.

Segundo Stanley Dermott, diretor de pesquisa e cientista da Universidade da Flórida (EUA), é necessário conhecer a natureza dos asteróides para evitar um contato fatal com a Terra.

Então eles tentam rastrear as origens dos corpos do cinturão de asteróides. Sua pesquisa é baseada em famílias de asteróides que são os restos de rochas formadas após a destruição do mesmo corpo. Atualmente, há um grupo de famílias principais: Flora, Vesta, Nysa, Polana e Eulalia.

Na origem, essas famílias eram coesas e seus membros orbitavam ao redor do Sol, mas foram desviados pelos impactos de outros corpos e pela influência gravitacional de outros objetos, como Júpiter.

No entanto, quando não conseguem identificar a família de onde vem esses asteroides, é difícil saber qual é a sua composição.

Portanto, a equipe de Stanley Dermott propôs se concentrar no cinturão interno de asteroides, a região deste anel mais próxima de Marte e localizado a uma distância de 2,1 a 2,5 unidades astronômicas (uma unidade astronômica é à distância entre a Terra e o Sol, em média, 150.000 milhões de metros), com o objetivo de descobrir a origem deles.

Anteriormente pensava-se que muito dos asteroides presentes nesta região não pertencia a nenhuma família conhecida, mas eles tinham outras origens, mas depois de analisar as variações na órbita e em sua inclinação, e combiná-los com informações sobre o seu brilho, os pesquisadores descobriram que esses objetos do cinturão interno se comportam de forma semelhante ao de outras áreas do cinturão, sugerindo que eles têm uma origem semelhante.

Estas investigações sugerem que as diferenças encontradas no registro geológico sobre a taxa de queda de meteoritos e sua composição são devido a mudanças ocorridas em alguns planetas precursores grandes, bilhões de anos atrás.

Essa descoberta é muito importante para entender como a Terra foi formada e de onde vieram os materiais que a moldaram.

Também ajuda a saber como planetas rochosos semelhantes à Terra são formados em outras estrelas e nos permite estudar a evolução e composição dos asteroides.

Sabendo disso, pode-se evitar um possível impacto fatal na Terra. Em um futuro próximo, os autores acreditam que será possível rastrear a origem de todos os asteroides do cinturão, e não apenas os da região interna, até um pequeno número de corpos precursores.

Share
Categorías: Portuguese


Video Destacados

Video Destacados

Ad will display in 09 seconds

Esta é uma das coreografias acrobáticas mais impressionantes que você verá em muito tempo!

DESTACADAS Ver más